Acordar

by sexta-feira, março 19, 2010 2 comentário(s)


Aos poucos se acorda, cada vez mais
A realidade obsoleta e cruel, cada vez mais próxima e mais derradeira. 
Talvez fossem apenas gotículas, de uma verdadeira chuva que está pra chegar.

Aos poucos, se aprende a caminhar descalço sozinho entre as pedras. No começo as pedras machucam, elas ferem profundamente, à medida que o tempo passa, elas ferem menos... 
Então chega o dia, ou o caminho, em que as pedras existem mas não ferem, e seus pés se distanciam do chão, você simplesmente está voando. 
Voando com sua mente, através do tempo, através do espaço, através da vida.
A pior dor não é a perda, ou a tristeza. A pior dor é o vazio.
Vazio, não preenchido por nada, ou por ninguém. Um vazio nunca preenchido.
Quando um feiche de luz tênue mas singela e frágil, renova o ser. Infelizmente, um feiche de orgulho mas algo que aos poucos, se mostra bom... como sempre foi bom.





Quando se nota, o dia já está claro. 
Está na hora de acordar.

2 comentários:

  1. A dor é um aprendizado.
    O vazio é um aprendizado.
    O ponto é equilibrar, assim ninguém se altera para nenhum extremo.
    E ao acordar....bom dia!
    Excelente texto!

    ResponderExcluir