Algumas certezas

by quinta-feira, abril 29, 2010 1 comentário(s)
"Aos poucos eu percebi que vontades efêmeras não valem realmente a pena, coisas passageiras passam... Ficantes passam, pequenas fagulhas se apagam...
E eu percebi então que existem coisas que não passam.

Coisas que vieram para ficar, coisas que vieram pra a partir de uma fagulha, crescer uma chama intensa que não é apagada por nada no mundo, nem ninguém.
Palavras, olhares, sensações, sentimentos... Poderia eu, um anjo robô, amar?
Acho que estou deixando de ser robô... Acho até outras coisas... Mas eu prefiro dizê-las estando perto de ti...
E aos poucos, eu vejo que o passado continua sendo uma grande sombra, o futuro continua sendo uma grande incógnita e o que importa mesmo, é o presente, com alguns planos para o futuro, e algumas certezas.
Uma das poucas certezas que tenho nessa vida...
É que você me completa."
Anônimo 

Um comentário:

  1. Eu sinceramente não sei. Tenho visto que tudo passa, mesmo as coisas que temos a certeza de que nunca passarão, alguma hora passam. Não tenho mais a ilusão de que as coisas me pertencem ou que duram eternamente.

    ResponderExcluir