Brasília

by quarta-feira, abril 21, 2010 0 comentário(s)
Uma grande piada. É o que me faz lembrar de Brasília.


Brasília, a cidade feita para representar o centro-político Brasil. Todo o poder político reunido em um lugar supostamente "organizado" e poderoso. Assim, fica mais fácil saber para onde direcionar os mísseis quando a terceira guerra mundial estourar.


Feita com a estrutura de uma borboleta, e transformada em um avião. 


Acho uma extrema bobagem e desperdício de recursos. Poderiam ter gasto com educação naquela época e investido no Brasil em si, e não construir uma cidade para falar : "aah, como somos fortinhos, temos cidadezinha com arquiteturazinha bacana" .


Juscelino Kubitschek foi um grande presidente e um grande idealizador da população mais pobre. Não percebeu o grande erro que cometeu, ou percebeu, e já estava tarde demais para consertar.


Além de criar uma dívida externa, o pequeno-gafanhoto ainda por cima faz uma cidade no meio do nada.


Um outro problema/defeito do ser humano, é sua ansiedade por coisas novas. Porque as pessoas compram e compram coisas novas? Elas são viciadas no novo, na curiosidade, no que há de novo para descobrir.


Observe essa foto:




Você consegue ver alguma coisa geométrica aí ? No máximo aquela pequena parte ao meio da foto, próxima ao lago. Não desmerecendo ao grande arquiteto Oscar Niemeyer, mas quando se fala de coisas geométricas comigo, eu levo bem a sério e isso não é geométrico.


Brasília foi apenas mais uma coisa nova. E agora, todos notam, mas ninguém fala o tamanho da burrice que foi construí-la.


Mas de qualquer modo, parabéns Brasília... 50 anos de conspirações, política ruim e péssimos líderes. 


Que aliás, não conseguem fazer suas idéias pelo grande número de pessoas que não leva à sério a política brasileira. 


Vejo o palácio do planalto mais como um covil/taverna de inimigos do que uma liga de super-heróis.


Seria minha ideologia errada? Não sei, mas quem está certo aqui? Os políticos que não estão.

0 comentário(s):

Postar um comentário