Um homem chamado "Deus"

by segunda-feira, junho 28, 2010 2 comentário(s)
E então, tudo se fez.

Era como mamãe me ensinava a ver a vida, que tudo estava já escrito em um livro lá no céu, e que o que eu fizesse, Deus já sabia de tudo.


É estranho pensar que alguém está "lá em cima" te observando. Enquanto você dorme, pensa, sorri, faz suas necessidades e realiza atos auto-prazerosos. Imagine que tem alguém perto de você em cada segundo da sua vida. É meio perturbador.


E então pensam: "É mesmo, é perturbador. Mas na verdade, eles são invisíveis" .
Ah, essa é a melhor desculpa do século.


Agora, vamos de fora. Imagine sendo possivelmente um E.T, recém-chegado na Terra. Sem restrições ou base religiosa ou política.


Você vê a Terra e seus habitantes, de modo diferente.


Então, você percebe que aquele povo tem costumes diferentes, coisas que eles seguem por alguma espécie de lei. Não foi o planeta que criou isso, muito menos seres hiperdimensionais, foi o próprio ser humano.

Alguém um dia, pensou além, e descobriu que todos se matariam se não ameaçassem alguma coisa. Pensou que o sonho de que havia algo depois da morte, deveria ser valorizado e criaram então o céu e o inferno.

Pensaram também que deveria ir para o céu, apenas quem fosse bom, e o inferno seria quem fosse mal. Além disso, precisariam obedecer algumas leis.

E criaram algumas coisas a partir do tempo. Uma delas, a igreja, a manutenção dessas leis. Um lugar para obter dinheiro fácil de pessoas querendo apenas algo a mais do que a morte.

" Não obstante, eles crêem em algum tipo de 'deus' que pode atender a todas as necessidades, e eles acham que só podem fazer coisas, se forem abençoados por ele. "

A minha teoria é que não importa onde começou, o que importa é o agora. É o que vamos fazer daqui pra frente. O ser humano está aqui, isso é um fato. Agora, cada um lute pelo seu futuro, siga suas próprias idéias.

Seguindo suas próprias idéias, fazendo seu próprio futuro.

Mas mesmo assim, esse é apenas um modo de ver a vida, cada um vê do seu jeito.

2 comentários:

  1. "Não existe futuro exceto o que fazemos!"
    Sarah Cornah


    Pois é. É por isso que não sigo religião alguma e até agora tenho me dado muito bem com o que acredito ser Deus. Tenho mas paz pensando assim do que crendo em algo imposto pelo homem.

    ResponderExcluir
  2. Eric, o que seria "auto-prazerosos"? Heim menino tarado...

    ***

    "Eles" criaram todas essas regras e tudo mais só por um motivo: dominar os demais.

    ***

    Cara você tá sumido. Depois do casamento você não fala mais com os amigos.

    ResponderExcluir