Idéias Solitárias

by segunda-feira, julho 19, 2010 1 comentário(s)

O dia em que o garoto se tornou homem não foi um bom dia. O garoto teve que crescer rápido demais, maturo demais, talvez não tenha sido tarde o bastante. Os sentimentos dentro de mim, são apenas sentimentos sem sentido, sempre fui sozinho, e muitas vezes sinto que ainda sou.

O meu olhar no horizonte se perde ao pôr-do-sol. Saio de casa para olhar o sol, saio de casa para olhar a lua, saio de casa, simplesmente pra não ficar em um quadrado fechado.

As idéias me prendem. Todos os sentimentos do mundo, me fazem ficar triste ao saber que eles não fazem parte de mim, e a simples paranóia permanece na minha cabeça.

Caminhos nos fazem seguir por lados diferentes, mas noto que na realidade, não existem caminhos, nem palavras, nem pistas, nem olhares, nem sentimentos que importem, e tudo o que resta o que está lá.

Frio, não existe isso? Será que tudo não passou de um mero acaso habitado na entranhas no meu ser? Há mais estrelas no céu do que eu possa contar, e há mais confusão dentro de mim do que eu possa expressar.

O tempo passou, e eu simplesmente fiquei dentro de mim. O lugar pelo qual ninguém passou até hoje, ninguém entrou, ninguém...

Não se valoriza uma pessoa pelo que ela é, se valoriza pelo que ela fala. E nisso, eu entendo muito bem... Até acho engraçado.

Bom... Sem mais nem menos. Que os significados sejam entendidos.

Um comentário:

  1. "Saio de casa simplesmente para não ficar em um quadrado fechado".
    Nossa, levei um soco estoacal agora. Me identifiquei demais com cada linha.

    ResponderExcluir