Dor

by sábado, setembro 18, 2010 1 comentário(s)


É no fundo um estado de consciência com um tom afetivo de desagrado, às vezes muito elevado, acompanhado de reações que tendem a remover ou evadir as causas que a provocam. Ela é produzida por alterações na normalidade estrutural e funcional de alguma parte do organismo ou seu meio.


A dor, uma coisa que em alguns de nós, nunca vai embora. A dor é algo que nos acompanha a vida toda, e a única esperança é que haja felicidade e por isso vivemos.

Não importa o nome, de onde veio, pra onde vai... Mas todos, em alguma parte da vida, sentimos dor.

Às vezes, uma dor física é melhor do que uma dor nas profundezas da alma. Talvez dores físicas possam fazer esquecer, pelo menos por alguns instantes, a dor que lateja ardentemente consumindo o que há por dentro, cada vez mais.

Alguns dizem que não há dor pior do que a do abandono ou a do arrependimento, outros dizem que não há dor pior do que da saudade, e há muitos que dizem que não há dor pior do que a perda de alguém amado, mas eu acho que a pior dor, é aquela que nunca te abandona, mesmo que já tenha passado, a dor continua, não importando qual espécie.

Mesmo que tudo tenha passado, e que já faça muito tempo, ainda dói. E doi cada vez mais. Alguns poucos sábios sabem lidar com a dor, alguns não suportam, e procuram no suicídio a única solução para cessar a dor...

O sofrimento é profundo, é mútuo e é constante. Quando nos colocaram aqui, nunca disseram que seria fácil, ou que seria simples. Mas eu tenho quase certeza, que o que importa realmente, é fazer valer a pena.

Críticas, mesmo que não pareçam, ferem como espada afiada para aqueles que não tem escudo. E ferem ainda mais, quando saem da boca de uma pessoa amada.

A dor, todos temos, todos, sem excessão. Aprendemos com o tempo, a lidar com ela, mas não aprendemos a abandoná-la. Mas talvez melhore um pouco, ou pode aliviar suas costas, se você dividir o peso.

Sempre existe esperança.

Nem sempre existe fim, mas sempre existirão lágrimas. (Pela segunda vez, mas não menos expressivo)

Chorar, sempre é uma boa opção. Mas como tudo no mundo, que seja moderado.

Um comentário:

  1. Olá....não sei se concordo muito com as palavras aqui colocas, por isso até então não tinha comentado...de qualquer forma, não resisti....rs

    A dor, assim como o alívio, a alegria e a tristeza só existem porque são temporárias.."não existiria som se não houvesse o silêncio, não haveria luz se não fosse a escuridão..."´

    Só conhecemos a tristeza porque existe a feliciddade e vice-versa....a dor não é constante, pode ser mais intensa em uns que em outros (seria o motivo do suicidio?? acho que não....)tudo depende de como você se encara, de como você encara sua vida, suas decisões e suas consequências...ser feliz é uma escolha, sentir dor (mental) também!!!

    No final vale a pena?

    ResponderExcluir