Atlântida

by quinta-feira, outubro 14, 2010 0 comentário(s)
Clique para ampliar

Atlântida ou Atlantis (em grego, Ἀτλαντίς - "filha de Atlas") é uma lendária ilha cuja primeira menção conhecida remonta a Platão em suas obras "Timeu ou a Natureza" e "Crítias ou a Atlântida".

Dizem as histórias, que após uma tentativa fracassada de invadir Atenas, Atlântida afundou no oceano "em um único dia e noite de infortúnio".

O tema Atlântida tem dado origem a diferentes interpretações, das céticas às mais fantasiosas. Segundo alguns autores mais céticos, tratar-se-ia de uma metáfora referente a uma catástrofe global (identificada, ou não, com o Dilúvio), que teria sido assimilada pelas tradições orais de diversos povos e configurada segundo suas particularidades culturais próprias. Consideram também que a narrativa se insere numa dada mitologia que pretendia explicar as transformações geográficas e geológicas devidas às transgressões marinhas.

Uma cidade circular, que "era impossível ter sido feita por mãos humanas". Em uma das teorias sobre a cidade, já foi dito, que na verdade se tratava de um disco voador movido à hidrogênio e hidromagnetismo, com uma usina central de Hidro-Forças, chamada de Templo de Poseidon: um imenso OVNI descrito por muitas culturas como "A Ilha Voadora" (citada em Viagens de Gulliver), relacionada com a Jerusalém Celestial descrita na Bíblia, à Purana Hindu que desce do Céu, o Disco Solar dos Astecas, Maias, Incas e Egípcios. Interligando assim, todas as culturas, sendo Atlântida, colonizadora. E ao invés de ter afundado, na verdade, o que aconteceu foi que devido à um alto impulso, foi produzida uma tsunami, e os sobreviventes pensaram que a ilha havia afundado, quando na verdade, ela havia voltado para seu sistema natal, lançando-se no espaço sideral.

Idéias, teorias, conspirações são variadas, e as idéias são infinitas. As teorias são incríveis mas talvez alguma esteja certa, porque não?

Se há tantas verdades novas as serem descobertas, porque não procurá-las? E procurá-las cada vez mais. Do mesmo modo que não é sempre que uma teoria acerta, não é sempre se tem a idéia original de se ter uma teoria, normalmente somos cópias, apenas cópias de idéias que alguém já teve.

O mundo é infinito, infinitas possibilidades. Agora, imagine quando começarmos a colonizar o Universo. Talvez eu seja otimista demais, mas tenho certeza que há muito a ser percorrido, e tenho mais certeza, que tudo dará certo para a raça humana.

0 comentário(s):

Postar um comentário