Le Casque - Kaciga

by terça-feira, dezembro 28, 2010 0 comentário(s)

A viseira está fechada, vejo apenas meu objetivo, sempre vi.

Que a armadura seja forte o suficiente para suportar que as idéias ruins não entrem, e para suportar que boas idéias não escapem.

Meu rosto não está a mostra, assim como todas as máscaras, mas muito diferente, pois a minha é muito além de estética.

Minha máscara, meu capacete esconde e protege quem sou, protege o que sou, o que me tornei.

Ninguém saberá, que o monstro que vive dentro de mim, não é um escravo, é um deus.

0 comentário(s):

Postar um comentário