Notícias Mortas

by quinta-feira, janeiro 13, 2011 0 comentário(s)


Vivemos em uma sociedade morta.

Sociedade cujos olhos foram perdidos na tela da televisão, vivemos indiferentes à realidade. Pessoas morrem na televisão, e nem sequer nos sentimos mal. São apenas notícias.

Notícias, assim como filmes, propagandas, novelas... E ainda nos perguntamos "como o mundo é tão cruel?" sendo que ao ver jornais e ler revistas, somos cruéis também, por nem sequer transformar as palavras ali escritas, as notícias nas lágrimas das pessoas que choraram pelo que perderam.

Tudo se torna tão robótico, tão superficial. A verdade por trás da imagem é esquecida, o sentimento.

Somos frios, somos apenas uma "indignação calada" de sentimentos avulsos que às vezes sentimos o que queremos sentir, e vemos o que queremos ver.

Nos tornamos atores de nossa própria vida. Encenamos, choramos, amamos quando é conveniente.

Poucos, muito poucos atendem a frase "toda regra tem exceção".

Ainda temos a audácia de pensar inconscientemente "ainda bem que não foi comigo". Talvez até agradeçam a alguém inexistente por não ter sido com ele, mas dificilmente pede-se para as famílias necessitadas.

Pois claro! É mais fácil pedir pra alguém imortal, que passa a a-vida olhando para os seres que criou, e que toca aqui e toca ali, e tcharam! as coisas acontecem!

É mais fácil pedir para alguém que nem sequer sabemos que existe, do que ir até lá, e ajudar. Não é mesmo? Pobres hipócritas.

Se tudo continuar assim, estamos tendendo ao fracasso. A sociedade morre a cada dia, e o conceito ideológico respeitado e admirado pelo qual foi criado, se tornou um motivo de ódio de adolescente, repressão e depressão de adultos, abandono de idosos.

O ar nunca foi tão frio. A vida nunca foi tão hipócrita.

Não somos nem sequer dignos de pena. Somos pecadores conformados.

Inacreditável.

Me pergunto, o que vai ser da raça humana no próximo século.

0 comentário(s):

Postar um comentário