Sob o Mundo

by terça-feira, julho 26, 2011 0 comentário(s)


Aparentemente, sentimentos são inúteis e ilusórios.
Aparentemente, razão para se viver, só existe uma: A Vida.
Razoalmente bom estava meu chá agora à pouco.

Existe coisa pior do que tal ilusão, de carregar o mundo nas costas? Sinto falta dessa ilusão.

A quantidade de coisas existentes entre o céu e a terra é terrivelmente superior do que as coisas que realmente sabemos. Para quem quer saber de tudo, existe um débito à ser pago antes.

Acaba que sabemos uns dos outros, apenas quando nos vemos, somos humanos, quase nunca nos vemos, e alguns, até mesmo discordam da possibilidade de aceitar-mos uns aos outros do jeito que somos. Sempre haverá interesse por parte de alguém.

É engraçado, quando sua vida é conduzida à ter uma base fixa, e de uma hora para outra, você decide mudar por uma pessoa. Porém, quando muda, a base se torna fraca e facilmente se destrói.
Felizmente, a base central, é algo fixo, algo construído através de anos de personalidade e irreverência.

Existe muitos rostos à serem mostrados, porém nenhum deles é o verdadeiro.

Nada melhor do que uma boa e longa conversa consigo mesmo.

0 comentário(s):

Postar um comentário