Mudanças

by sexta-feira, novembro 04, 2011 0 comentário(s)

Mudanças são boas. Na verdade, incríveis.
A falta delas significa que algo está errado.
Se o princípio humano é melhorar, é viver e aprender,
Então com certeza, bobagem não seria, se uma pessoa priorizasse mudanças.

Diga-me Universo, mudei?
Mudei meu jeito de pensar, meu jeito de ver?
Pareço ser um homem cuja existência é cercada de apenas uma opinião, uma visão,
Sou ignorante o bastante para acreditar nisso?

Se existem tantas visões, tantos modos de ver a vida,
Se existem tantos modos de ver as coisas,
E de pensar, de viver,
Porque haveria de viver um só?

Se a realidade é alterada à cada passo que damos em direção à morte,
O que melhor seria, do que aproveitar essa realidade,
E deixá-la guiar perante à vida, pelo eterno caminho da existência absoluta.

Enquanto andei pelo vale da existência profunda, apenas vi escuridão,
Escuridão que nem amor, nem nada pode iluminar, pois,
Se há luz quando está escuro,
Significa que você não chegou ao fundo ainda.

Existe escuridão em cada um de nós,
Não é necessário separá-la da realidade, ela já é separada naturalmente em alguns.
O que seria melhor, aceitar tal escuridão ou se guiar por ela, além dos confins inexplicáveis do que é ser humano?

Existem opções, escolhas, realidade, existe tanto dentro de uma realidade.
É incrível que exista mais de uma realidade, por haver tanto dentro de uma só.
Porém, é esperado que haja mais de uma realidade. E totalmente analisável.

Basta parar e observar.
Totalmente calculável.

O princípio da vida é mudar.
Se o amor rejeita tal princípio, é ilógico amar.

Se a realidade é calculável, meu caro, ainda existe muito à descobrir.
Expanda, crie, viva, seja. Pule.

0 comentário(s):

Postar um comentário