Sentimento Carmesim

by segunda-feira, maio 21, 2012 0 comentário(s)

Sei que és assim,
Não basta calcular,
Ora aqui está,
Ora não consigo imaginar.

No mesmo instante que parece ser o fim,
Tudo parece ter tanto sentido assim,
As coisas passam, os momentos se encontram,
A realidade, crua e nua, derrete os olhos da verdade fébrua,

Não sei mais o que pensar,
Às vezes, sinto falta apenas de respirar,
Os poucos momentos em que a vi,
Estão cheios de bem-te-vis.

Quem dera ser criança mais uma vez,
Correr pela vida, cheio de porquês,
Jogar o tênis pro alto e despedaçar
As vidraças que me quiserem me barrar.

Sinto suas palavras a me tocar,
Sinto aos poucos o vagaroso alar,
Estendo minhas asas até o fim,
Sigo sem destino, sem rumo,

Voando alto,
Através desse 
pôr-do-sol 
carmesim.

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário