A Doença

by terça-feira, julho 10, 2012 0 comentário(s)
Chegou aos poucos, sem sentido, sem saber de onde veio.
De onde veio, pra onde vai, sinto um monstro dentro de mim se aproveitar.
Pedi a Deus uma vez, que me tirasse dessa terra. Talvez o pedido tenha demorado, na fila de espera.

Pensei muitas vezes no que faria, se tudo que existisse dentro de mim, começasse a morrer.
Pensei também que talvez já seja hora, não vivemos muito, logo logo, todos vamos embora.
Sinto meu estômago pulsar. Talvez seja a vida se esvaindo, ou apenas um cancêr fazendo filhos.

O gosto de sangue na boca, não me é normal, porém o sangue é vida, não é o que dizem?
Se eu não tiver muito tempo. Espero apenas que tudo que vivi não seja apagado de prontidão.
Como sei e espero, talvez um ou dois anos ainda viverão.

O tempo não passa. Nós passamos.

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário