Nada

by quarta-feira, novembro 28, 2012 0 comentário(s)
Minha alma é o Universo,
Cheio de vazio,
Preso aos delírios e
Invisível aos olhos
sempre perdidos.

Escrever em um quadro em branco,
sem direito a apagar
Seis sentidos, tudo ou nada,
Tenho medo desse olhar
que me rouba...

Nada tem objetivo, tudo é coração,
O óbvio é mais nada do que falta de opção.
Os olhos ficam molhados, sou cedo, mudo, surdo,
A saliva trava e a palavra engasga,
Meu coração é quem diz.

Porque é tão difícil ser poeta?
Pois poeta não se é por palavras, e sim por lágrimas,
Um homem que não chora, nada tem de poesia,
Mas a dor de ver as ondas do mar através dos vossos olhos,
É a mesma dor de viver.

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário