Horas Escuras

by terça-feira, fevereiro 26, 2013 0 comentário(s)

Tudo o que somos e pensamos pode ser facilmente conduzido a um turbilhão de reflexões que tornam o solo tão frágil quanto cristal. Basta um olhar e um universo cheio de conceitos e metáforas é totalmente quebrado. Em vasilhas de cristal não se acumula água quente.

São todos culpados, ninguém está longe o bastante nem perto o bastante para se inocentar. Seremos todos culpados pelo que virá, seremos todos culpados até o mundo acabar.

Não estou motivado, meu ar falta já a muito tempo. Minha vida se esvai sem demora, sem descanso. Entretando no doce ninar da morte, dizem, que é onde estão os maiores confrontos internos. Certa vez me disseram que, o que é responsável pelo aprendizado é o desequilíbrio.

O equilíbrio se impregna, arrasta seus sonhos pela privada, constrói um castelo de areia ao seu redor e te deixa cego além de torná-lo um grande repetidor de metáforas velhas e enferrujadas. Um castelo de areia apenas pode ser construído com mentiras. Apenas pode ser mantido com mentiras. A verdade desequilibra a balança, por isso é bela.

Estar sentado em um banco no hospital, esperando para ser chamado, às vezes pode ser ligeiramente inspirador. Nada do que tocamos é real, nada do que sentimos é verdade. Tudo o que você vê, não chega nem sequer a ser maciço, existem espaços em todos nós. Existe mais espaço do que matéria. Somos todos feitos de vazio.

O vazio aterrador e finito de cada um de nós.

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário