SOYONS RÉALISTE, EXIGEONS L'IMPOSSIBLE

by quinta-feira, outubro 09, 2014 0 comentário(s)

Escrevo aqui aos irremediáveis, aos revoltados e ousados
Escrevo aos corações em que a escuridão não se mistura a luz
Os corações que tem ambas brigando a cada segundo
Aos peitos que se inflamam sem motivo, ou melhor ainda
Por todos os motivos

Digo que seus olhos continuem atentos
Que olhem para as folhas que caem das árvores
E as vejam em todos os ângulos
Que olhem para dentro de si
E sintam planetas e galáxias completas
Serem destruídas e formadas em uma inspiração

Digo também que nunca se rendam
A guerra pela vida está longe do fim
Mesmo que pareça estar sozinho, irmão
E os outros insistam em chamar de bobagem

Lhe digo que muitos de nós ainda virão
E mais ainda hão de nascer
Um dia o mundo estará cheio de nós
Sonhadores que no peito tem o alvorecer

Se algum dia tentar escrever
Escreva nada menos que sua alma

De tanto investigar o interior
Um dia uma porta se abre no corredor
E o vazio para além das bordas se revela
Será tão belo quanto essa tarde



0 comentário(s):

Postar um comentário