Aquamarine stone

by sexta-feira, janeiro 02, 2015 0 comentário(s)
Estou distante. Esses dias me deixaram distante. Mas ao mesmo tempo estou tão próximo.
Enquanto digito essas teclas, sinto a pressão de cada letra sob cada dedo meu ... mas minha mente vagueia em oceanos de memórias.
Eles me trazem os ondas como teus cabelos. Me lembrar do seu abraço, da vontade desesperada de estar ao seu lado.
As lágrimas desciam naquela época... Hoje não sobrou nenhuma.
Hoje só sobrou a dor de lembrar pra sempre de momentos que nunca mais viverei.

O perigo de viver no passado é que não se sabe o que ele trará. Da mesma forma como se vive cada dia, sem saber o que acontecerá no futuro, não há um modo seguro de prever o que acontece quando as memórias de ti no meu passado me afogam.

Às vezes me sinto afogado. Sem ar, sem tempo e sem esperança. Indo cada vez mais fundo, mergulhando profundamente nesse oceano que me atrevi a descobrir. Cada vez mais, a luz desaparece e a água se torna mais turva. Águas escuras, sem luz em parte alguma.

Será que existe alguém lá embaixo? Será que estarei só, quando lá chegar?

Não há como prever.

Eu só posso deixar a escuridão me envolver.



Sinto muito meu amor.




Eu não sei mais nadar.

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário