eu já não sinto

by quarta-feira, fevereiro 11, 2015 1 comentário(s)
Eu desisto. Realmente, não faz o menor ou mínimo sentido. Como uma pessoa uma vez me disse "Talvez a vida não faça sentido".
Muitas vezes, temos as pessoas tão perto e tão próximas que podemos amá-las, mas não amamos.
Podemos falar sobre o dia, sobre a vida, sobre as dúvidas, infortúnios, idéias e memórias,
mas então tudo se esvai antes das palavras se formarem nas nossas línguas e nunca é como era antes.
Poderia ser melhor. Nãaao... Nunca poderia ser melhor. Assim como esse texto.
Não faz o menor, nem minúsculo sentido.
Mas absolutamente não poderia ser melhor. Poderia?

Eu estou aqui, observo você. Te vejo, te toco, te abraço, te beijo. Talvez até te ame.
Mas quando olho para ti, não consigo ver como é viver embaixo de tua pele. Quero saber, realmente quero.
Quando tento olhar nos teus olhos, me esgueiro pela borda da sua pupila pra saber como é viver dentro de ti,
Daí,
Sinto uma parte do teu desespero com um misto de caos.
Sinto empatia e uma fatia diabética de solidão.

Realmente, talvez cada um de nós seja uma ilha.
A milhas e milhas...

de qualquer lugar.

--

Amanhã é minha primeira aula.
Eu serei um bom professor?

Vou dormir me perguntando isso.

Um comentário: