Um dia desses, no Tinder

by quinta-feira, novembro 19, 2015 0 comentário(s)
- Somos infinitos ou somos abstrações?

- Abstrações. Cada qual com sua peculiaridade, que pode fazer diferença no mundo ou não. Mas tão complexos, que nos tornamos abstratos. De repente o outro deixa de fazer sentido. E aos nossos olhos distantes, parecem interações animadas.

- Mas então, somos abstrações a partir do que? Se não, do outro?

- Somos abstrações de nós mesmos. Abstrações do nosso interior incompreensível e infinito. Somos ambos, infinitos e abstrações.

0 comentário(s):

Postar um comentário