uma parte inteira de mim

by terça-feira, novembro 17, 2015 0 comentário(s)
Doce noite,
Porque se afasta de mim?

Sem teus sonhos
e pesadelos

Pouco ou nada sou
e tudo que sobra é o fim

0 comentário(s):

Postar um comentário