salve-me - 2min de leitura

by quinta-feira, dezembro 08, 2016 0 comentário(s)

eis que venho pensando terminantemente em ti
em como seus lábios ficam na minha boca por semanas a fio
uma sensação fantasma, e outra das suas mãos a acariciar minha barba
o perfume doce e suave que você deixa na minha roupa
seus olhos em meio à névoa em minha mente

tenho me esquecido com frequência
duvido todo o tempo do que estou fazendo
apago diversas vezes o que escrevo em provas e trabalhos
me encontro tão perdido

me sinto apagar
e você lá, a única lembrança que resta
em volta só há puro nevoeiro
de tantos anseios

raiva que renasce no peito
sem tempo, ignorante
grosso, repugnante
quem, meu bem, me tornei?

Croatt

Conceito

0 comentário(s):

Postar um comentário