vôo para São Paulo - 1 min de leitura

by sábado, dezembro 10, 2016 0 comentário(s)


me direciono a uma das maiores cidades do mundo
lar dos que controlam nossas tão singelas e frágeis marionetes
esse gosto doce de liberdade, anonimidade e aventura
tenho esperanças que não se torne amargura, nulidade e perdição

os pequenos ensejos que deixei quando parti, ainda trago na mente
perturbado, sigo com ela novamente pra primeira cidade do início da minha fuga
uma cidade em que ela não existe, nenhum traço, nenhuma única memória

não lembrarei do metrô, nem das ruas em que a beijei
não estarei sentado no mesmo banco que tantas vezes nos sentamos
nem na sala onde fizemos tantas coisas
ou nas memórias que queríamos ter

uma cidade vazia
uma página em branco
não quero reescrever
anseio criar

0 comentário(s):

Postar um comentário