Acróstico

by segunda-feira, janeiro 01, 2018 0 comentário(s)


 

Minha querida, como eu queria que você soubesse,

Atrás de todo tempo que se passou, nossas lembranças inundam minha mente em nostalgia.

Relembro-me sempre que vejo papéis coloridos, seu doce favorito, as músicas daquele verão.

Indo pelos caminhos de uma nova rotina, longe do lugar em que tudo começou, 

As vezes vejo sua feição pelas ruas, em faces desconhecidas, como uma sombra passageira carregada de sinestésicas emoções.




Lembro-me de todos os momentos, mas prezo por manter na mente seu retrato magnífico,

Único, pleno, sereno, de quando tudo ainda estava bem. 

Íris verde dos olhos teus, longos cabelos castanhos e sorriso escandaloso.

Zelo por este retrato e a ele não darei lugar ás ondas tenebrosas que inundaram nosso cenário inocente e puro; as fantasias que embrulhavam nossas vidas todos os dias.

Ainda procuro seu rosto no distópico futuro que se segue, esperando encontrá-lo com a esperança acesa dentro da escura realidade que nos afasta entre dois mundos. 

0 comentário(s):

Postar um comentário